Você está aqui: Página Inicial > Eventos de capacitação > dbATE PAPO > Cães de detecção para Vigilância Agropecuária Internacional no Brasil - possibilidades e perspectivas

Cães de detecção para Vigilância Agropecuária Internacional no Brasil - possibilidades e perspectivas

por admin publicado 27/07/2017 10h12, última modificação 06/07/2018 11h37
Edição 2017

Palestrante:

Márcio Henrique Micheletti - Auditor Fiscal Federal Agropecuário, graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual de Londrina (2000). Especialização em Clínica e Cirurgia de Pequenos Animais pela Universidade Norte do Paraná (2004). Mestrado em Ciências Animais pela Universidade de Brasília (2016). Desde 2007 trabalha como Auditor Fiscal Federal Agropecuário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, atuando na área de Inspeção de Produtos de Origem Animal e, a partir de 2013, na Vigilância Agropecuária Internacional -VIGIAGRO, com ênfase no trânsito internacional de animais de companhia e no combate ao trânsito irregular de produtos agropecuários. Atua na implantação de Projeto Piloto do uso de cães de detecção para fiscalização do VIGIAGRO.

Resumo:

Processo de implantação do uso de cães de detecção de odores no auxílio à fiscalização agropecuária realizada pelo VIGIAGRO. Márcio Henrique afirma que "o uso de cães de detecção de produtos agropecuários é difundido mundo afora por países que valorizam sua agropecuária e que a implantação desse projeto no MAPA é um grande avanço que agrega mais eficiência e agilidade à fiscalização e aproxima o Brasil das grandes potências agrícolas em termos de Vigilância Agropecuária."

 

Galeria de fotos

Acesse aqui a galeria de fotos - dbATE PAPO - Cães de detecção.

  

Galeria de Áudios

 

 

Apoio

Superintendencia Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Distrito Federal (SFA-DF)

SICOOB Executivo