Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Três servidores relatam a expectativa de serem instrutores do Mapa

Notícias

Três servidores relatam a expectativa de serem instrutores do Mapa

publicado: 17/08/2015 00h00 última modificação: 24/07/2017 15h56

Três servidores relatam a expectativa de serem instrutores do Mapa

Diversos servidores se interessaram em fazer parte do banco de instrutores do Mapa. As inscrições permanecem abertas, assim, o servidor que pretende dividir seus conhecimentos com os colegas, deve procurar a Coordenação-Geral Desenvolvimento de Pessoas (CGDP) e o cadastro de instrutores.Três servidores comentam o motivo pelo qual se inscreveram e seus objetivos como instrutores.

O contador Alan Pinheiro se inscreveu para apoiar os treinamentos de contabilidade. "Como instrutor, posso levar para a sala de aula casos de orientações contábeis que forneci. Assim, poderei melhorar a eficiência dos gestores públicos", afirma.

Já a fiscal federal agropecuária, Ana Gertrudes Cantanhede, optou por participar com o objetivo de ministrar o curso de Certificação Fitossanitária para os fiscais recém-contratados, lotados em portos, aeroportos e fronteiras e que são responsáveis pela certificação na exportação de produtos de origem vegetal do Brasil para outros países. Ela ressalta a importância do cadastro para o mapeamento dos servidores que atuam ou desejam atuar como instrutores em diversas áreas. "É importante para que eles tenham o suporte necessário para exercer essa atividade e que isso de alguma forma possa ser computado em seus currículos funcionais", diz.

A advogada Raquel Moura conta que se inscreveu logo no primeiro dia, quando as inscrições foram abertas. "Me coloquei à disposição do Mapa para ensinar o que já aprendi por meio da educação formal e da experiência profissional, sobre direito constitucional e administrativo", explica.