Você está aqui: Página Inicial > Gestão do Conhecimento > Projeto de Institucionalização do Conhecimento

Projeto de Institucionalização do Conhecimento

por leonardo.maia publicado 15/04/2020 09h38, última modificação 15/06/2020 13h19

O Serviço de Gestão e Institucionalização do Conhecimento (SEIC/DICC/Enagro) tem como missão atuar no campo da Gestão do Conhecimento (GC), incluindo o desenvolvimento de ações que colaborem para a institucionalização do conhecimento no âmbito do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

A aprendizagem e os processos associados à geração, identificação, organização, compartilhamento, disseminação, uso e institucionalização do conhecimento são estudados a partir de diversas abordagens, sendo alvo de estudo de diversas áreas de conhecimento. O SEIC foca nos processos de institucionalização como mecanismo de conversão do conhecimento individual em conhecimento organizacional.

Nesse sentido, o Projeto de Institucionalização do Conhecimento preocupa-se em como um conhecimento, inicialmente construído por um indivíduo, passa a ser incorporado à base de conhecimentos da organização, por meio de mecanismos de aprendizagem organizacional e Gestão de Conhecimento (GC).

Sabe-se que o conhecimento organizacional se dá a partir dos conhecimentos tácito e explícito dos indivíduos. Em razão do trabalho conjunto e da convivência entre as equipes organizacionais, os indivíduos se tornam os responsáveis pela disseminação do conhecimento na organização, que, por conseguinte, permite o compartilhamento de conhecimentos e legados na esfera organizacional, e cujos significados, uma vez transmitidos e selecionados, são absorvidos e adotados, sendo assim considerados relevantes para a organização.

O Projeto de Institucionalização do Conhecimento abrange mais que a simples disseminação de informações e conhecimentos, tendo em vista os objetivos relacionados aos processos de organização, armazenamento e disponibilização desses conhecimentos em plataformas seguras, contribuindo para o fim da chamada “amnésia institucional”, que leva o Mapa à reorganização e à reinvenção de conhecimentos, quando poder-se-ia aproveitá-lo de forma otimizada, reduzindo o tempo na execução de atividades, melhorando consequentemente a eficiência e eficácia da atuação institucional e colaborando para a institucionalização do conhecimento.

Tem como um dos objetivos iniciais captar e fomentar os conhecimentos adquiridos a partir das ações de capacitação e desenvolvimento incentivadas pelo Mapa. A captura dos objetos foi implementada junto ao SEI, ao final dos processos de liberação de servidores para participação de ações de desenvolvimento.

Uma das ações do projeto é organizar o Inventário de objetos educacionais e de aprendizagem prospectados junto aos servidores vinculados às diversas áreas de atuação do MAPA, que futuramente serão inseridos em uma Base de Conhecimento da Enagro.

Status do Inventário de objetos educacionais e de aprendizagem:

Acompanhem a seguir os dados relativos aos resultados da prospecção, que reúnem, até julho de 2020, o total de 1.265 objetos, prospectados com servidores do MAPA que participaram de 278 eventos de capacitação diversos.

Acesse Aqui